Conselho Político reúne representantes das 26 Unidades da Federação; Tota Guedes representou a Famup

Por Assessoria CNM - em 41

Todas as cinco regiões do Brasil foram representadas pelos presidentes das entidades municipalistas dos 26 Estados da Federação na reunião do Conselho Político da Confederação Nacional de Municípios (CNM) nesta terça-feira, 30 de outubro. O presidente da entidade, Glademir Aroldi, coordenou os debates que, entre outros assuntos, trataram das pautas e das próximas articulações do movimento municipalista.

A atuação da Confederação durante o período eleitoral foi destacada por um vídeo na abertura do encontro. Nele, foi apresentado um resumo de todas as reuniões, entrevistas e ações que a CNM, representando o movimento municipalista, participou ou promoveu durante o período.

Aroldi começou destacando que a entidade não diminuiu o ritmo de trabalho mesmo no período em que o Congresso Nacional ficou praticamente parado. “A nossa grande bandeira é a busca pelo fortalecimento dos Municípios e pela melhoria na qualidade de vida da população brasileira”, resumiu.

A presença do ex-presidente da CNM foi destacada por Aroldi: “o presidente Ziulkoski tem nos ajudado nesse período, especialmente na relação com o Executivo. Por isso quero passar a palavra para ele, por entender a importância dele para nosso movimento”.

Paulo Ziulkoski falou do atual momento político com a eleição de um novo presidente. “Nós temos aqui, na minha visão, uma situação completamente diferente. Se nós tivermos sabedoria, entendimento e firmeza, teremos uma relação de Estado com governo”, destacou Ziulkoski.

Ag CNM

Mobilização
O presidente da CNM e os presidentes das entidades decidiram que o movimento municipalista fará uma mobilização nos dias 19 e 20 de novembro. “A previsão é que no dia 19 a gente se reúna com o Executivo, para tratar de assuntos que ainda podem avançar neste governo. E no dia 20 pela manhã nossa pauta será no Judiciário, para buscar junto ao presidente do STF [Supremo Tribunal Federal] a análise dos royalties e à tarde no Congresso Nacional”, explicou Aroldi.
As pautas que avançaram e outras sete matérias que podem avançar no Executivo foram debatidas na reunião. Aroldi aproveitou para mostrar aos municipalistas um mapa com a situação dos mais de 2 mil Municípios que assinaram o abaixo-assinado pelo julgamento da liminar que suspendeu a Lei 12.734/2012, que previa a distribuição dos recursos provenientes do petróleo.

“Já temos assinaturas de mais de 2 mil Municípios. São cerca de 80 mil assinaturas, mas quero contar com o apoio de vocês e das entidades estatuais para que possamos chegar a pelo menos 5 mil prefeituras registrando assinaturas pela campanha”, pediu o presidente.

Além disso, as pautas que tratam no Congresso Nacional também foram debatidas pelos prefeitos. Aroldi lembrou que, mesmo nesse final de ano, os gestores devem estar mobilizados pela aprovação de pautas que são de interesse dos Municípios. “Essa mobilização será uma oportunidade de cobrar de deputados e senadores avanços importantes no final de mandato de muitos deles”, explicou.

Agência CNM

MMM
Ainda na reunião, o presidente da CNM destacou a integração do Movimento Mulheres Municipalistas (MMM) no Conselho Político. “O MMM agora faz parte do nosso Conselho com voz e voto, e isso só reforça a importância da participação das mulheres prefeitas no fortalecimento do nosso movimento de Municípios”, disse Aroldi.

As fundadoras do MMM, Tânia Ziulkoski e Dalva Christofoletti, retribuíram o reconhecimento. “Agradecemos ao presidente Aroldi e reforço que nosso movimento não é só um movimento de gênero, nós não estamos aqui só para defender questões de gênero, que, aliás, são muito importantes, mas em todas as campanhas que temos feitos lembramos que nosso comprometimento maior é trabalhar em prol do municipalismo”, destacou Tânia.

Parlamentares presentes
Após o fim das discussões internas do Conselho Politico os gestores receberam alguns parlamentares na sede da CNM que reafirmaram o compromisso com as pautas municipalistas. Estiveram presentes os seguintes deputados Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR); Herculano Passos (MDB-SP); Raquel Muniz (PSD-MG); Alan Rick (DEM/AC) e o deputado eleito para a próxima legislatura Pedro Westphalen (PP-RS).