Famup e Cogiva discutem alternativas para formação de consórcios entre municípios paraibanos

Por Assessoria - em 57

As diretorias da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) e do Consórcio Intermunicipal de Gestão Pública Integrada nos Municípios do Baixo Rio Paraíba (Cogiva) se reuniram para discutir alternativas de formação de consórcios intermunicipais. A proposta foi discutida por prefeitos e secretários com o objetivo de encontrar caminhos a essa alternativa à gestão pública.

 

De acordo com o presidente da Famup, George Coelho, o desafio é pensar uma estratégia de ação impulsionada desde a base, isto é, a partir da capacidade que os municípios possuem de ordenar o processo de desenvolvimento a partir da sua realidade e potencialidades socioterritoria, aliada às prioridades que lhe são inerentes.

 

“O Cogiva vem, sem dúvidas, se destacando nesse sentido. Diante de todas as dificuldades enfrentadas pelos municípios, sem dúvida, essa é uma saída para a administração pública. A constituição de um consórcio público intermunicipal necessita de apoio técnico e operacional para a sua realização, por isso iniciamos essas discussões sobre esse processo que pode ser bastante positivo para os municípios paraibanos”, destacou George Coelho.

O Cogiva também apresentou aos secretários de Educação que estavam presentes, todas as plataformas disponíveis para todos os municípios filiados ao Consórcio, mostrando as possibilidades de trabalho para aprimorar processos e melhorar os serviços ofertados à população.

 

Consórcios – Os consórcios públicos intermunicipais despontam como uma alternativa de fortalecimento e integração dos governos locais a partir da colaboração recíproca para a consecução de fins convergentes que não se solucionariam pela atuação isolada dos municípios, segundo a CNM.

 

Eles trazem consigo inovações na gestão que propiciam a execução de serviços e políticas públicas com maior eficiência, agilidade, transparência, assim como racionaliza e otimiza o uso dos recursos públicos.