Famup fecha parceria com Governo do Estado para municípios aderirem ao Projeto Algodão Paraíba

Por Múltipla - em 65

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) solicitou um termo de cooperação técnica com o Estado para apresentar aos municípios o projeto do algodão orgânico. O presidente do órgão, George Coelho, se reuniu com representantes da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), nesta segunda-feira (18) para debater o assunto.

O encontro tratou sobre o Projeto Algodão Paraíba, programa da Empaer que fortalece o protagonismo do agricultor familiar paraibano na cadeia produtiva do algodão orgânico. A iniciativa conta atualmente com 327 famílias em 60 municípios do estado e George pretende divulgar a ação para que outras cidades façam a adesão ao projeto, que representa o desenvolvimento sustentável para a agricultura na Paraíba.

Ano passado, a comercialização do produto resultou em mais de R$576 mil arrecadados para a economia dos municípios que já participavam da iniciativa. George ressalta que as prefeituras devem incentivar a associação de famílias agrícolas, que com a parceria conseguem aumentar a renda e ainda contribuem para o crescimento da cidade.

“Além de ser uma proposta sustentável, que agride menos a natureza, o projeto protagoniza os pequenos agricultores e ajuda a economia das pequenas cidades. Os três pontos são muito importantes para o desenvolvimento regional através da agricultura, essa que já tem sido um braço forte de muitos municípios da Paraíba”, destacou.

Vlaminck Saraiva, engenheiro agrônomo, extensionista da Empaer e atualmente assessor técnico da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (FapesqPB) participou do encontro e prestou as informações necessárias à Famup sobre o projeto.

Atuação – O Projeto Algodão Paraíba produz algodão orgânico branco e colorido, chegando a 308 toneladas de algodão em rama. Os agricultores recebem acompanhamento técnico dos extensionistas das regiões administrativas de Itabaiana, Guarabira, Campina Grande, Solânea, Areia, Serra Branca, Picuí, Patos, Itaporanga, Princesa Isabel, Pombal, Catolé do Rocha, Sousa e Cajazeiras.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support