Famup participa de mobilização em Brasília contra extinção de 68 municípios paraibanos

Por Múltipla - em 314

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) participou nesta terça-feira (3), no Congresso Nacional, em Brasília, de mobilização em defesa de pautas municipalistas e contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 188/2019 que propõe a extinção dos Municípios de até cinco mil habitantes que não atingirem, em 2023, o limite de 10% dos impostos municipais sobre sua receita total. Se aprovada a matéria, a Paraíba perderá 68 municípios.

“Esses municípios não possuem déficit fiscal e a população dessas cidades passou a ser muito melhor bem assistidas após as suas emancipações. Voltar à condição de distrito representará um retrocesso nas políticas públicas e nos serviços prestados, por isso, somos contrários a essa PEC, que prejudicará diretamente o povo”, disse o presidente da Famup, George Coelho.

A mobilização foi encabeçada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) e contou com apoio das 27 entidades municipalistas estaduais. Para alertar os parlamentares, o governo federal e a sociedade civil sobre as inconsistências do texto e os impactos negativos, os gestores percorreram os gabinetes e participaram de ato no gramado em frente ao Congresso Nacional, onde os nomes dos municípios que podem ser extintos foram expostos em placas.

De acordo com levantamento da CNM, o Brasil tem 1.252 Municípios com até cinco mil habitantes. Desses, 1.217 – ou 97% – não atingiriam, hoje, o limite de 10% dos impostos sobre suas receitas totais. Vale ressaltar, porém, que, ao aplicar esse conceito sobre a receita corrente dos 5.568 Municípios brasileiros em 2018, 4.585 – o que corresponde a 82% do total – ficaram abaixo deste limite, sendo um deles a capital Boa Vista (RR), que possui quase 400 mil habitantes.

Os prefeitos se mobilizam para solicitar aos deputados e senadores a aprovação, ainda neste ano, de projetos que devem trazer benefícios à administração e à população local, entre eles: 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para setembro: previsto na PEC 391/2017; Inclusão de Municípios na Reforma da Previdência; Execução direta de emendas; Redistribuição do Imposto sobre Serviços (ISS); e votação da Nova Lei de Licitações: o Projeto de Lei 1292/1995.

 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support