Municípios podem ter prazo de seis meses para mudanças no sistema previdenciário

Por Assessoria - em 818

Os Municípios podem ter prazo de seis meses para promoverem mudanças nos sistemas de aposentadoria dos servidores, caso a proposta de emenda constitucional seja aprovada no Congresso Nacional. A possibilidade foi sugerida pela base governista e contou com a simpatia do presidente Michel Temer durante reunião com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), no último domingo, 26 de março.

A sugestão com o prazo foi apresentada pelo deputado Pauderney Avelino (DEM-AM). Em entrevista ao jornal Estadão, o parlamentar confirmou que Temer concordou com o prazo para que Estados e Municípios se adequem às mudanças no sistema previdenciário. “Eu disse que seis meses, a partir da aprovação da reforma, é um prazo razoável. O presidente achou a ideia bem interessante e disse que vai encaminhá-la”, contou Pauderney. Na ocasião, o presidente ainda teria afirmado que não vai ceder aos apelos para mexer nem na idade mínima para aposentadoria e nem nas regras de transição.

Agência CNM, com informações do Estadão