Representantes do governo federal vão auxiliar prefeitos sobre obras na XXI Marcha

Por Assessoria CNM - em Imprimir 205

A pouco menos de um mês para a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, a programação já está quase fechada. Na lista de confirmados, representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão devem auxiliar e tirar dúvidas dos gestores municipais sobre as obras.

Isso porque o Ministério lançou o Painel de Obras, que vai monitorar e controlar obras públicas de forma mais transparente por meio de ferramenta que vai permitir o acompanhamento de obras ligadas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasses (Siconv) e ao Programa Avançar.

O Painel de Obras pode ser acessado por outras esferas do governo e pela sociedade de forma intuitiva, flexível e rápida. Estão disponíveis informações como valores de investimentos, execução física e execução financeira das obras. De acordo com o portal, atualmente existem mais de 98 mil obras, que totalizam um investimento de R$ 1,3 trilhões. São Paulo lidera a lista de Estados com maior número de empreendimentos, pouco mais de 11 mil. Em seguida aparecem Minas Gerais, com mais de 9.500 obras; Rio Grande do Sul, com 8.800; Bahia, com 7.800; e Paraná, com 6.700. O Painel de Obras pode ser acessado pela internet, clicando aqui.

Marcha

O evento ocorre entre os dias 21 e 24 de maio no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB). As inscrições podem ser feitas no site: www.marcha.cnm.org.br.

A pouco menos de um mês para a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, a programação já está quase fechada. Na lista de confirmados, representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão devem auxiliar e tirar dúvidas dos gestores municipais sobre as obras.

 

Isso porque o Ministério lançou o Painel de Obras, que vai monitorar e controlar obras públicas de forma mais transparente por meio de ferramenta que vai permitir o acompanhamento de obras ligadas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), ao Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasses (Siconv) e ao Programa Avançar.

O Painel de Obras pode ser acessado por outras esferas do governo e pela sociedade de forma intuitiva, flexível e rápida. Estão disponíveis informações como valores de investimentos, execução física e execução financeira das obras. De acordo com o portal, atualmente existem mais de 98 mil obras, que totalizam um investimento de R$ 1,3 trilhões.

São Paulo lidera a lista de Estados com maior número de empreendimentos, pouco mais de 11 mil. Em seguida aparecem Minas Gerais, com mais de 9.500 obras; Rio Grande do Sul, com 8.800; Bahia, com 7.800; e Paraná, com 6.700.

O Painel de Obras pode ser acessado pela internet, clicando aqui