Prefeito Roberto Bayma demite todos os prestadores de serviço da Prefeitura

Por - em 1015

O prefeito de Bom Jesus, Roberto Bayma (PSD), baixou Decreto rescindindo todos os contratos temporários por excepcional interesse público.

Ele alega que tomou a medida atendendo uma determinação do Tribunal de Contas e a uma orientação do Tribunal de Justiça.

No decreto, a alegação é de que a despesa com pessoal estava acima da Lei de Responsabilidade Fiscal. Só não serão rescindidos os contratos de trabalho relativos a programas sociais e direcionados à área de saúde, que são mantidos com recursos do governo federal.

O prefeito Roberto Bayma disse que é uma situação difícil a ser enfrentada, mas que é necessário, pois com o débito do precatório que terá que ser pago já nesse mês de junho não tem condições de manter uma folha de contratados, de aproximadamente R$ 66 mil.

Ele também lamentou o que a oposição vem fazendo, inclusive com ações na Justiça Eleitoral denunciando o número de contratados na prefeitura de Bom Jesus em período vedado.