Startups e Administração Pública – Juripiranga

Por - em 700

O projeto “As Startups e a Administração Pública” teve mais uma etapa realizada nos dias 22 – 24 de janeiro na cidade de Juripiranga, que tem a frente da gestão do Poder Público do Executivo Municipal, o Prefeito Paulo Dália.

O projeto é uma iniciativa da IDH Consulting & Bussines, que tem a frente o consultor, palestrante e escritor, Normando Vitorino.

No dia 22 tivemos a solenidade de abertura, com a presença em peso dos servidores públicos do município, secretários, vereadores e empresários locais.  A palestra que deu inicio ao projeto, teve por tema “As Plataformas digitais e o impacto sobre Empregabilidade e a Administração Pública”.

O segundo dia foi de intensas atividades que causaram um impacto muito positivo na forma dos servidores públicos compreenderem a necessidade da modernização da gestão municipal.  Os temas pela manhã das palestras foi “O Empreendedorismo Digital, Startups e a Indústria 4.0” e uma palestra sobre os fundamentos de uma Oficina de BrainStorm (tempestade de ideias).   O período da tarde foi totalmente dedicado a realização da oficina de BrainStorm, esta atividade cabe um destaque especial, uma vez que a participação dos servidores públicos se deu em massa, de forma muito aberta e democrática, todos tiveram liberdade e oportunidade de vez e voz nas mesmas condições, independente de condição hierárquica e formação acadêmica.

A capacitação promovida através do projeto As Startups e a Administração Pública, se dividindo em dois módulos.  O Módulo I é voltado para os servidores públicos com uma carga horária de 10 (dez) horas com 04 (quatro) atividades, tendo foco na modernização da gestão municipal com um olhar no mundo digital e na qualificação profissional, lançando mão das plataformas digitais que possam permitir a superação das barreiras geográficas limitantes.   O Módulo II é voltado para os empreendedores locais, concluintes do ensino médio/superior, profissionais que estão no mercado de trabalho e/ou desejam migrar de profissão, composto por 04(quatro) atividades, com carga horaria total de 08(oito) horas contando com 05(cinco) atividades, onde ao final emitiremos certificado.  O publico que participará das atividades será definido pela prefeitura através de critérios específicos, desde que se encaixem nos grupos sociais acima citados.

Esta atividade foi muito bem acolhida pelos servidores públicos e ficou evidenciada na avaliação de forma individual e sem identificação, através da uma excelente aprovação do projeto e da gestão municipal na cidade de Juripiranga, desejo que todo bom gestor trás no seu intimo ao longo do seu mandato.

A FAMUP na pessoa do seu presidente, o Prefeito George Coelho, entidade defensora dos valores do municipalismo se soma neste esforço da IDH de fomentar a percepção da importância da capacitação e qualificação profissional na gestão dos municípios, gerir estes mecanismos entre os servidores públicos para cidades de grande porte é bem mais fácil, ora por conta com da maior disponibilidade de recursos financeiros, ora por disporem em seus quadros funcionais de profissionais que tiveram acesso a formação acadêmica de alto nível, se soma a esta dificuldade, a falta de atenção das empresas de consultoria para auxiliar os gestores públicos neste esforço.

A IDH se coloca ao dispor dos senhores prefeitos, para auxiliar na capacitação e qualificação dos servidores públicos, empresários, comerciantes e empreendedores locais.    Para realizarmos agendamento o nosso whatsapp é o 83 996 357 048, nas redes sociais o nosso contato é Normando Vitorino (facebook e Linkedin).

Existe um desejo corrente em boa parte dos prefeitos de gerir a máquina pública dos municípios, rompendo com práticas históricas de uma política focada no clientelismo, fisiologismo e assistencialismo, tais práticas nos tempos de hoje são inaceitáveis e impraticáveis, em função do rigor dos órgãos de fiscalização e da lei de responsabilidade fiscal.

Encontramos bons exemplos de prefeitos que defendem com muita propriedade que o acesso aos serviços públicos ofertados aos munícipes se dê de uma forma apartidária, este tipo de iniciativa produz uma nova forma de fazer politica no município, produzindo resultados positivos na população, que passa a compreender os limites da gestão pública, não permitindo e aceitando que se dê o envolvimento da “coisa pública com a coisa privada”, o celebre pedido que ao longo dos 04 anos de mandato soa aos ouvidos diariamente, “Prefeito me arranje um emprego”, encontra na geração da elevação das condições de empregabilidade e no empreendedorismo, as respostas dos anseios e inquietudes de uma população assolada por uma crise econômica que reduziu os postos de trabalho nos grandes centros urbanos e reduziu a qualidade dos empregos nas pequenas e medias cidades paraibanas, elevando inclusive o numero dos atendimentos nos postos de saúde, escolas públicas do município e na assistência social.

Fazer gestão pública é uma iniciativa eminentemente de caráter coletivo, de guerreiros, logo trazer o servidor público para refletir sobre este novo olhar, quebrando paradigmas e práticas arcaicas anteriormente adotadas e defendidas como corretas a respeito da coisa pública é uma inciativa de ordem fundamental que deve partir dos prefeitos para que tenhamos sucesso no que tange a efetivação das propostas eleitorais.

O engajamento e participação dos servidores públicos de forma equilibrada e harmoniosa na efetivação desta nova forma de fazer politica é determinante, inclusive porque são eles que dialogam nos mais diversos espaços de convívio social nos municípios, o servidor público devidamente qualificado se torna uma voz que levanta em torno da defesa dos valores defendidos pela gestão pública municipal do poder executivo.